quarta-feira, 16 de maio de 2007

Liberdade de Expressão

Sinto-me perdida no meu mundo,
na minha realidade,
vivo asfixiada.
Não posso partilhar este sofrimento.
Falo com a lua, só por pensamento.
Vejo nos olhos dos outros um espelho do que sinto.
Vejo nos olhos dos outros o poder, a felicidade por fazer sofrer.
Fizeram-me “pagar” só por ter falado.
Como podem eles acreditar que por calarem, as pessoas deixam de pensar?
Estão a subestimar-nos.
Tiram-nos valores morais, princípios de vida, dignidade...
Isto é puro cinismo.
Até eles acreditam nas suas próprias mentiras...
e Eu – Tu – Ele – Nós...
Vidas Perdidas!
Momentos vividos que vamos guardar, mas infelizmente de tempos que marcam pela negativa.
Já ouvi dizer, da boca dos que se acomodam, deixa andar que é o melhor para ti.
Não tem que ser assim.
Não tem que ser o melhor para mim, para todos.
Eu... só quero ser feliz.

Mauro Barata

Sem comentários: